Fala Werneck

@fala.werneck_livroviciados

 

Já começamos o livro com uma imagem que nos lembra de outro pecado capital que paira sobre Daniel.

 

Será que ele cometerá algum neste livro?

 

Descobrimos um pouco sobre a criação dos Arcanjos e as suas ligações. E nos preocupamos, como Daniel, com a situação da Clarissa.

 

Os sonhos premonitórios estão mais intensos e a última revelação que a garota recebeu a colocou em coma. O choque da tragédia foi grande demais e o seu frágil corpo humano não resistiria se não fosse por Daniel e sua luta para ajudá-la.

 

Com isso que aconteceu, o anjo está ainda mais revoltado e indignado por ver alguém tão jovem sofrer assim, ainda mais uma criança com quem ele se importa tanto.

 

Só que ele não pode impedir as revelações, é algo além dele. Mais importante que ambos.

 

E ainda que a gente perceba o quanto a Virtude está tentando ajudar, não acho que será o suficiente para aplacar a fúria dele.

 

É complicado se ver de mãos atadas, sem poder fazer algo “mais prático” por quem amamos. Mas é a vida… Em vários momentos a única coisa que podemos oferecer é atenção e afeto, e não podemos esquecer o quanto isso é fundamental.

 

Quero descobrir se o Daniel conseguirá impedir a explosão e as consequências disso para ele… Porque se essas tragédias já estavam escritas, haverá um preço pela mudança.

 

A história está evoluindo, Clarissa está crescendo e Daniel amadurecendo.

 

Quais provas e aprendizados este segundo livro da série promete?

 

Estou muito curiosa e não vejo a hora de ler essa obra completa e descobrir o que acontecerá na vida deles.

 

Comentários (0)