Fala Werneck

melhoresdeoutubro

 

  • Melhor livro: Uma nova chance para o Sr. Doubler. Uma leitura muito diferente, sensível e cativante, porque apresenta um personagem principal diferente do que costumamos ler: o Sr. Doubler é um idoso. A história nos mostra as experiências e os desafios que esse recluso senhor enfrenta ao se ver diante de uma situação inesperada, que é a doença da governanta, e isso o coloca para encarar seus medos e o “mundo”; e o que ele descobre sobre si mesmo e as pessoas com quem passa a conviver nos mostra a importância de se abrir para novas experiências e despertar um olhar diferente para o que nos cerca, quem nos cerca, independente da idade.

 

  • Melhor quote de livro: “As pessoas associam que viver intensamente era sinônimo de encarar aventuras e fazer o que tem vontade, mas, para mim, viver intensamente era aprender aos poucos e com coragem a se amar em um mundo que fazia questão que nos odiássemos.” (13 segundos – Bel Rodrigues)

 

  • Melhor filme: A cabana. Um lindo filme (baseado em um livro) sobre fé, amor, perdão e esperança. Mack é um pai desiludido, que vive triste e sem conseguir enxergar muita coisa além da sua dor; ele tem se afastado cada vez mais da mulher e dos filhos. Até que um dia, recebe uma carta que mudará tudo, e através desta jornada na cabana com companhias muito especiais, ele vai conseguir perceber o que está além da sua dor, e descobrir que essa dor pode ser transformada, se ele permitir. E assim, ajudar também com o sofrimento das pessoas próximas a ele. Um filme que nos mostra o perigo de julgar os outros, porque não sabemos quase nada das jornadas deles; e a importância da fé para auxiliar a compreensão e aceitação das atitudes dos outros e o perdão.

 

  • Melhor série: O conto da aia. Definitivamente, uma das melhores séries do ano! O conto da aia mostra uma sociedade completamente modificada após uma crise de infertilidade que afeta a população. As mulheres retornam ao seu lugar retrógrado e restrito ao ambiente da casa e à função de cuidar da casa e do marido. As mulheres não podem mais ler. E aquelas que são férteis, são usadas como aias, indo de uma casa importante para outra, gerando os filhos das famílias; elas vivem para servir apenas esse objetivo, permanecendo em uma casa até que um bebê nasça. Uma história onde as mulheres são dominadas e subjugadas com “justificativas” religiosas. Uma grande série (também baseada em um livro).

 

melhoresdesetembro

 

  •  Melhor livro: Ainda não te disse nada. Um livro bonito, romântico, envolvente; que nos mostra a importância e a força do amor. Além de nos lembrar do poder que as palavras têm para nos conquistar, dando brilho aos momentos e alegria ao coração.

 

  • Melhor quote de livro: “A vida é apenas um rito de passagem, uns vêm e passam despercebidos, outros fazem estardalhaço e garantem um lugar na posteridade.” (O poeta e o guarda-chuva – Ricardo Tagliaferro)

 

  • Melhor filme: Tolkien. Esse filme é lindo! Fala sobre a vida desse escritor singular, suas dificuldades, seus aprendizados, seu tempo na guerra e como tudo isso moldou a sua criatividade e escrita. O filme mostra como era incrível a relação do Tolkien com a linguagem, como ela se tornou uma parte essencial da sua vida e como ele se dedicou à criação da sua obra e seu universo próprio.

 

  • Melhor série: The first – Viagem à Marte. Uma série diferente sobre viagem espacial, porque o foco maior é na vida dos astronautas e as dificuldades e os desafios que eles enfrentam para realizar uma viagem dessas. Mostrando as questões emocionais e familiares que envolvem uma viagem que pode (ou não) ser só de ida.

 

Melhores de Julho

 

  • Melhor livro: Negação – Uma leitura grave e importante, ler sobre esse julgamento foi útil para refletir mais seriamente sobre algumas crueldades da natureza humana e a deturpação de comprovações históricas é algo assustador, porém muito real. Um livro para mostrar que devemos lutar pelas pessoas e pelo respeito às suas memórias.

 

  • Melhor quote de livro: “Não sei por que é tão difícil para as pessoas admitirem que, às vezes, são simplesmente babacas que fazem merda porque não esperam ser descobertas.”

 

  • Melhor filme: O Rei Leão – Assistir essa nova versão do clássico de animação no cinema é revisitar a infância, lembrar das amizades inocentes e do amor incondicional. Algumas histórias nos tocam e permanecem conosco, mesmo que o tempo continue passando velozmente. Essa foi uma produção à altura da original.

 

  • Melhor série: Dilema – Uma série interessante e perturbadora pelo nível de manipulação da personagem principal. O ser humano tem a capacidade de deturpar muitas coisas, e ainda que distorça a realidade, alguns acreditam que estão fazendo algo bom. Como Anne.

Fotor_156500713869286

 

A minha maratona foi boa, infelizmente, não consegui assistir todos os filmes e séries, mas acabei acrescentando outros…

Durante esses dias, li 5 livros, assisti 2 filmes e 1 série.

 

Os livros foram: As mil partes do meu coração, Doadores de Sono, Macbeth – Coleção Shakespeare em Quadrinhos, O córrego e Negação.

As leituras foram muito boas e reflexivas, falarei melhor sobre elas no post das ‘Leituras de Julho’.

Os filmes foram: A livraria e O rei leão.

A livraria é um filme intrigante e envolvente, sobre uma viúva que tenta abrir uma livraria em uma cidade do interior e enfrenta muitas dificuldades, mas também descobre amizades singelas. Uma boa escolha para os apaixonados por literatura.

Já O rei leão é um clássico infantil que dispensa apresentações, e essa nova produção é tão linda e afetuosa quanto a animação, mais uma vez sofreremos com Mufasa e Simba.

E, por fim, a série Dilema que é intrigante e com uma história misteriosa e chocante. Quando os segredos de Anne são revelados, você fica chocado, mas depois disso o final não é tão inesperado assim…

 

Gostei muito da maratona, aproveitei bastante e espero participar de outras.

Adoro essas maratonas para conseguir focar mais nas leituras e participar de grupos temáticos assim também é uma ótima oportunidade para nos aproximarmos de outros leitores tão apaixonados quanto nós mesmos.

 

A @namanita, inclusive, já está preparando outra. Dessa vez ela fará uma maratona estrangeira, confira lá no Instagram dela!

Se eu for participar, compartilho depois a minha TBR e dou mais informações.

melhoresdomes

 

  • Melhor livro: Quatro vidas de um cachorro – Uma leitura agradável, que aquece o coração e leva o leitor a refletir sobre o que realmente deve ser valorizado na vida.

 

  • Melhor quote de livro: “Era importante adquirir um monte de talentos e conhecimentos para quando chegasse a hora de resgatar Ethan, não do lago, mas do desespero que afogava sua própria vida.” (Quatro vidas de um cachorro – W. Bruce Cameron)

 

  • Melhor filme: Viva – A vida é uma festa – Essa é uma animação muito divertida e repleta de cores fortes, que fala sobre uma celebração importante no México: O dia dos mortos. Um filme sobre família, aceitação e amizade. Miguel é um menino que gosta de música, algo que é proibido na sua casa. Mas em uma visita ‘ao outro lado’, ele começa a valorizar mais a família e encontra uma maneira de mostrar à todos que a música faz parte do seu coração.

 

  • Melhor série: Chernobyl – Uma série curta, com 5 episódios, mas bem impactante ao relatar o desastre nuclear que causou muita destruição e medo. Uma série bem explicada e com imagens fidedignas do que aconteceu, que mostra o poder destrutivo do urânio e uma das coisas mais pavorosas: a destruição não era visível até que fosse tarde demais para as pessoas expostas. Muitos morreram sem saber o que estava acontecendo e tantos outros deram a vida tentando amenizar os danos e a propagação.

Fotor_156340552270623

 

Estou participando dessa maratona que está sendo realizada pela @namanita no Instagram, começou no dia 15 e irá até o dia 31 de julho. Ela criou alguns combos, e eu escolhi o combo 2.

Segue então a minha TBR e TBW:

 

  • Livro 1: As mil partes do meu coração
  • Livro 2: Doadores de sono
  • Livro 3: Macbeth – Coleção Shakespeare em Quadrinhos
  • Filme 1: Dumplin
  • Filme 2: A Livraria
  • Filme 3: O Físico
  • Série 1: Dilema
  • Série 2: The Rain

 

E vocês? Participando de alguma maratona no momento?

Depois que a maratona terminar, faço um post comentando o que consegui ler e assistir nesses dias. 🙂

IMG_20190429_215216_598

Finalmente trouxe a lista dos melhores do primeiro trimestre.

Aproveitem e me digam também quais foram os 3 melhores para vocês em cada categoria. 😉

 

Livros:

  • Tudo aquilo que eu não disse
  • Heroínas
  • Os sete maridos de Evelyn Hugo

 

Trechos:

  • “- As pessoas sempre vão falar alguma coisa. É você que decide como vai ouvir.”
  • “As páginas e as palavras são o meu mundo, que se estende diante dos seus olhos e das suas mãos, para serem tocados.”
  • “Você está procurando uma garantia. A vida não é tão certinha assim. Merdas acontecem, e você lida com isso.”
  • “As pessoas andam vivendo demais ou muito pouco, e eu me perguntei se existia alguém vivendo na medida certa.”
  • “Motivação é o que faz você começar. Disciplina é o que faz virar hábito. Hábito é o que faz você continuar. A organização ajudará você com os três.”
  • “Parecemos todos mais frios e taciturnos do que somos na verdade; pode-se dizer que as pessoas têm medo de se comprometer expondo com franqueza os seus sentimentos.”
  • “O sentimento que nos trouxe ao mundo e nos guiará até o fim é o amor. Amor pelo igual, pelo diferente, pelo desconhecido ou inesquecível. Amor por um momento, um sorriso, uma palavra que fez toda a diferença, pois dita na hora certa. Amor até pelo que doeu, porque você saiu dali uma pessoa melhor. Amar é, no fim das contas, uma missão.”
  • “A felicidade é bemol. A tristeza, sustenido. Todo mundo tem um segredo…”

Não teve jeito! Tentei, mas foi impossível selecionar apenas 3 trechos… E ainda assim, outros tantos interessantes acabaram ficando de fora senão a lista ficaria imensa.

 

Filmes:

  • The wife
  • Green Book
  • Vingadores: Ultimato

 

Séries: 

  • The fall
  • You
  • Coisa mais linda

IMG_20190108_221239_381

 

Continuando as listas de melhores de 2018, hoje trago as 5 melhores séries que assisti em 2018.

 

Big Little Lies

A melhor série do ano, sem sombra de dúvida! Big Little Lies é uma série que mostra a vida de 3 mulheres, mães, que aparentam ter uma vida perfeita, mas na verdade estão bem longe disso.

A série é dramática e aborda assuntos atuais e graves, como traição, violência doméstica e abuso.

Maratonei e fiquei com muita vontade de ler o livro!

A série é ótima para mostrar que as aparências enganam e como é possível viver um inferno e aparentar um paraíso. As personagens são fortes, intensas e o time de atrizes que atuam são de grande talento e renome. Vale muito a pena assistir, mal posso esperar pela 2ª temporada!

 

Explicando

Explicando é uma série documental da Netflix que fala sobre assuntos diversos em episódios curtos e bem dinâmicos. Os episódios que mais gostei foram sobre: música, vida extraterrestre e DNA projetado.

 

The Sinner

Uma série que mostra como a nossa mente é capaz de bloquear episódios traumáticos e criar peças com a nossa própria memória. Cora é uma mulher aparentemente comum e simples, que possui um passado sombrio e esquecido. Detalhes de um certo período da sua vida estão completamente “apagados” de sua memória, até que um incidente violento começa a despertar essas lembranças que ficaram esquecidas por muitos anos.

 

Outlander 

Eu adoro histórias de viagem no tempo! Claire acaba, por acidente, viajando no tempo e precisa aprender a lidar com os desafios de viver na Escócia 200 anos antes de seu tempo. Ela vai descobrindo qualidades e defeitos desse povo antigo e muitas surpresas surgirão em seu caminho. Muitas pessoas também, e então ela irá se questionar se o seu lugar é realmente no futuro, ou se o que ela sempre precisou foi estar no passado…

 

Supergirl

Supergirl é aquela série amorzinho, que “dá um quentinho no coração”. Adoro acompanhar as aventuras da Kara, e como a sua família e os amigos são importantes para que ela descubra a cada dia quem ela realmente é e como ela pode ajudar a Terra.

 

Fazendo essas listas pude perceber como 2018 foi um ano mais recheado de livros do que filmes e séries.

Queria ter assistido mais séries, espero que em 2019 consiga, porque muitos lançamentos interessantes estão chegando.

 

Em breve trago a lista com os 10 melhores livros de 2018, aguardem!

Fotor_154323484408586

 

Escócia, 10 de novembro de 1743

 

Geillis,

 

Sinto tanto pelo que aconteceu e também por não ter descoberto antes o mundo que tínhamos em comum.

Por quantos meses vivi em meio a esses costumes estranhos, sem imaginar que alguém que poderia me compreender completamente estava tão perto e eu não fazia ideia…

Será que um dia descobrirei mais sobre você?

Qual será que era a sua vida “no futuro”?

Fico imensamente triste pelo seu sofrimento por Dougal e pela criança.

Gostaria de lhe falar dos sentimentos contraditórios que tenho. Qual será a escolha certa? O amor que eu descobri aqui no passado ou aquele que eu involuntariamente deixei para trás no futuro?

Jamais poderia imaginar que me apegaria dessa maneira à essa vida complicada, sofrida e brutal do século XVIII…

Os costumes são cruéis e as crenças bem fantasiosas. Mas quem sou eu para julgar? Cada tempo possui suas próprias mazelas. Deus sabe que o nosso tempo está cheio delas.

Pelo pouco que te conheci, acredito que soube aceitar e se adaptar a essa nova vida de maneira satisfatória, e do seu próprio jeito.

Espero que, onde você estiver, tenha paz e desafie o que acha errado e injusto. É preciso muita convicção para isso, e sei que você tem, amiga.

Fique em paz.

 

Com carinho,

Claire Fraiser

 

Esta carta foi inventada após assistir o episódio 11 da 1ª temporada de Outlander.

Ainda não conhece o projeto? Leia o post explicativo.

lifesentenceep6

 

Stella continua preocupada com essa vida sem rumo do irmão, e para ajudar ela consegue uma vaga de emprego para ele na cafeteria onde ela trabalha.

 

Ele começa mas logo cria um”negócio paralelo” no lugar, vendendo remédios para TDAH para as mães como fazia antes, só que agora esconde os comprimidos no fundo do copo de café que entrega. O “negócio” vai seguindo, e quando Stella pensa que ele está se resolvendo, ela descobre sobre os comprimidos e eles são presos. Ela logo é liberada, mas Aiden continua preso.

 

Os pais não querem pagar a fiança porque acreditam que é preciso criar um limite para as ações inconsequentes do filho.

 

Stella então vende sua scooter para pagar a fiança, e durante um momento emotivo com o médico gato do hospital, Wes chega com Aiden e ouve a conversa.

 

Na vida é assim, os problemas não acontecem um de cada vez, para que você lide “tranquilamente” com cada um, muitos aparecem ao mesmo tempo.

 

Stella começa a sentir pelo médico sentimentos que não queria e isso confunde seu coração.

Ela e Wes ficam estremecidos mais uma vez… E as situações às vezes são inimagináveis e a pessoa se encontra numa berlinda.

 

A situação do Aiden é mais grave do que os pais tinham pensado… Ele será acusado por um crime e não é réu primário.

E mais uma vez Stella percebe que parte desse problema do irmão, que surgiu lá atrás, foi por causa de sua doença.

 

Só que ela também entende que quando amamos, precisamos lutar sempre, diariamente; do contrário, tudo estará perdido.

 

Relacionamentos são complicados porque as pessoas são complicadas.

 

Todos nós somos, não adianta negar.