Fala Werneck

todootempodomundo

O que é a felicidade para você?

Felicidade, algo tão profundo e ao mesmo tempo tão simples.

 

Todo o tempo do mundo aborda esse tema de uma maneira singular.

Será que viajar no tempo resolveria a sua vida? Ou a tornaria mais complicada ainda?

 

Vitor nutre um amor antigo pela Amanda, e passa por muitas dificuldades tentando entender o que desencadeia suas viagens no tempo; ele muitas vezes se questiona se o que acontece é uma benção ou uma maldição. Voltar no tempo é interessante, mas quando o salto é para a frente, parece que algo se perde.

 

A vida é feita de momentos, alguns bons e outros nem tanto. Vitor tem dinheiro, uma vinícola e uma carreira de sucesso, e mesmo assim, não parece ser o suficiente… Falta algo, falta alguém.

 

Felicidade, uma palavra que tira o sono de muitos, confunde tantos outros, e ilude centenas que não a compreendem. Ser feliz é tão difícil assim? Ou será extremamente simples?

 

Quantos encontros e desencontros não acontecem diariamente? Sem que nem mesmo tenhamos notado isso. São tantas pessoas habitando esse planeta, tantas vidas entrelaçadas, misturadas, e acorrentadas.

 

Existem coisas que acontecem e te marcam para sempre, e outras que se esvanecem com a passagem do tempo.

Às vezes nos preocupamos em excesso, em outros momentos somos despreocupados até demais.

Quantos paradoxos nos cercam e nos tornam reais?

 

Vitor é um homem marcado pelo amor, pela perda e pela solidão.

E mesmo tendo levado muitas porradas da vida, ele se adaptou a tudo que suas viagens no tempo lhe trazem, e vive relativamente bem, buscando uma vida sem tantas emoções.

Mas será que isso faz sentido? Será que vale a pena viver assim?

 

Tragédias acontecem todos os dias, mas não podemos deixar que elas nos definam.

Mesmo com todos os problemas da vida, mesmo com todas as pessoas cruéis, maldosas e prepotentes, Amanda e Vitor continuam buscando a felicidade.

 

Aquela felicidade real, simples, que habita os pequenos momentos do dia a dia, aquele suspiro de serenidade que cerca os momentos de gratidão.

Mesmo que um mundo inteiro esteja a nossa frente, nos esperando, nunca saberemos quando iremos partir desse lugar que chamamos de lar, mas uma certeza nos é garantida: possuímos o agora, o presente, uma dádiva que merece ser vivida e valorizada, mesmo quando parecer não haver saída é possível encontrar um raio de sol.

Um fiapo de luz que irá trazer de volta a sua esperança. Acredite, busque.

 

O amor vale a pena.

O amor merece mais.

Não diga, levianamente, que é amor. Viva-o.

 

Quantas vezes na vida nos perguntamos o que é felicidade?

Quantas vezes na vida perguntamos aos outros o que é felicidade?

 

Sabe quando Vitor entendeu um pouco do que é a felicidade? Quando parou de perguntar aos outros o que é a felicidade, e começou a ouvir as respostas que estavam dentro dele mesmo.

A felicidade pode estar em tudo e em qualquer coisa.

 

Vivencie a felicidade simples com a leitura deste livro, e em cada história com a qual entrar em contato no futuro. Permita-se sentir todas as emoções que irão surgir com esse momento de empatia, sejam as emoções boas ou ruins, não deseje avançar no tempo e pular isso, apenas sinta.

 

todootempodomundo

 

O livro já começa mostrando romance e muito drama.

Vitor e Amanda, um amor adolescente não vivido graças à partida repentina dela.

 

Quantas famílias se movem ao redor do mundo por causa do trabalho dos pais?

Quantas coisas deixamos de dizer e depois notamos que o momento passou?

 

Será que Amanda um dia se sentirá em casa? Diante de tantas mudanças, lugares e pessoas que passam voando pelas estradas da vida.

 

Todo o tempo do mundo, será que haverá esse tempo?

Será que o amor tem esse tempo?

 

Espero que sim, porque amores sinceros e profundos merecem ser vividos.

Mal posso esperar para continuar esse livro que promete muitas emoções!

Fotor_153001676513683

Trechos

“Talvez ele se enganasse, talvez acreditasse que a genialidade de um instante de inspiração pousaria sobre sua mente e tudo seria revertido como mágica.”

 

“- Nossa vida é feita de um monte de momentos esquecíveis, entremeados por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não damos a nós mesmos o presente de tentar viver um inesquecível?”

 

“Por alguns instantes o tempo parou, como reverência ao lugar que, no último ano, abrigara alguns dos melhores momentos de sua vida.”

 

“Mas, em certa medida, cada pessoa deve ser instrumento de alguma coisa, de alguma missão, não acha? De que adianta estarmos na Terra se não for para o benefício de algo maior além dela?”

 

“- Engraçado, porque há coisas na vida que a gente nunca esquece, mesmo que sejam ditas há muito tempo, né?”

 

“Que as lições sejam aprendidas e voltemos milhões de vezes melhores do que quando partimos.”

 

“- Você não anda dizendo que as chances na vida são raras? Quando uma aparece, meu querido, a gente tem de agarrar com força e não soltar de jeito nenhum.”

 

“E se a pessoa passar toda a existência sem fazer algo realmente excepcional por um amigo, a vida não terá valido a pena…”

 

“A dor na alma veio incontrolável, tal qual a enxurrada que demole uma represa.”

 

“Seria egoísmo do ser humano querer que sua visão fosse melhor que a dos outros. Ela é simplesmente diferente.”

 

“O tempo pareceu descontinuar, como se houvesse sido criado um hiato em que nada além da mais pura e doce paz pudesse preenchê-lo.”

 

“No cinema tudo é possível, e o improvável, como os milagres que as pessoas passam a vida pedindo e quase nunca alcançam, depende apenas das decisões tomadas pelo roteirista.”

 

“Quando o mundo expõe as entranhas da angústia do fim da linha na estrada da vida, entra em ação a criatividade do homem e transforma aquele momento na mais pura aventura de explodir tudo pelos ares e seguir adiante.”

 

 

surpreendente

Até onde você iria pela sua paixão?

 

A vida sempre nos apresenta desafios, uns maiores do que outros. Pedro, o protagonista desse livro, precisa enfrentar um grande desafio: um jovem apaixonado pelo cinema que precisa lidar com uma doença visual degenerativa.

Através de uma jornada intensa ele vai descobrindo o que importa na vida; o que realmente pode lhe limitar ou não.

Quantas vezes diante de um problema já consideramos simplesmente desistir? Lutar parece tão difícil. Tentar a cada dia parece tão penoso; o cansaço pode bater, o desânimo também.

Porém, quando pessoas que realmente se importam estão com você, o limite é uma ilusão.

A trajetória de Pedro é surpreendente porque através das diversas experiências e vivências em uma viagem com os amigos, ele vai percebendo o valor da empatia e como gestos simples podem fazer uma diferença enorme na vida das pessoas; a força da amizade através do convívio com pessoas que te apoiam e aceitam suas ideias malucas sem pestanejar; o real significado de família que é muito mais do que ter o mesmo sangue; e como tudo pode ser transformado de alguma maneira, basta você se permitir sentir.

É destacável a questão de por quantas situações desmotivadoras o jovem passa e mesmo seu amor pela arte não tendo tocado tantas pessoas quanto ele esperava, isso não o impede de continuar firme, criativamente buscando outras maneiras de envolver outros, de tentar fazê-los verdadeiramente enxergar.

Esse livro irá tocar você e lhe envolver, a cada página torcerá por essa paixão, querendo que a vida seja mais bondosa com o Pedro, menos dura. Desejando que as pessoas tenham um coração mais aberto para sentir emoções diferentes, sentir essa arte; que elas valorizem mais todas as maravilhas que diariamente lhes são mostradas pela vida. No entanto, a vida continua sendo uma professora rigorosa…

Todavia, se você é verdadeiramente apaixonado por algo; faça como o Pedro, tente, tente novamente, e quantas vezes forem necessárias. Perceberá então que a essência está dentro de você, que é capaz de tudo se batalhar por isso. A semente floresce, e isso lhe motiva a ir além.

Você ‘descobre’ que quando busca sua verdadeira paixão, acaba atraindo pessoas que vão se tornar verdadeiras fortalezas ao seu redor. Se acredita em algo, lute por isso. Sempre vale a pena, mesmo que às vezes a vida te retribua com algumas crueldades.

O que permanece é mais importante, faça ser mais importante.

A vida é uma construção de tudo que foi, é e poderá ser.

Por isso, apaixone-se.

malamada

 

O início da leitura já caracteriza um livro leve e engraçado, com diversas referências à nossa música nacional.

Somos apresentados a duas amigas: Giovanna (uma estagiária numa revista adolescente) e Madu (uma blogueira que ainda não alcançou o sucesso). Repleto de gírias descontraídas e uma expressão ‘clássica’ de Gossip Girl; o leitor conhecerá um pouco dessa amizade e das características particulares de cada jovem.

Giovanna é uma amiga animada, empolgada e a Madu demonstra ser a mais contida, reflexiva e realista.

Giovanna mostra a Madu uma música que foi lançada e está fazendo sucesso, e a blogueira mesmo sem curtir o som tem a ideia de aproveitar a canção para inspirar um post para o blog. A situação não acontece como o planejado, Madu conhece um cara e fica exposta numa situação trágica e cômica ao mesmo tempo.

Mas agora ela precisa fazer uma escolha que parece poder transformá-la na Cinderela; ou seria melhor ela permanecer no anonimato?

 

O que será que a Madu vai fazer? Talvez seja mais fácil e confortável permanecer no anonimato, os ‘riscos’ parecem menores… Mas quando surgem oportunidades na vida, precisamos tentar e arriscar, não é mesmo? Ou então podemos perder chances únicas.

 

Esse parece ser um daqueles livros que a gente lê de uma vez só, e depois sente aquela alegria por ter conhecido a leitura e passado um tempo com ela.

lancamentoliterariokatewillians

Hoje trago a capa e a sinopse do novo livro da Kate Willians, escritora parceira do blog!

 

Quer cativar a atenção do telespectador logo de cara? Diga a ele que a história é baseada em fatos reais.  Na matéria de hoje vou contar para vocês a história de amor mais incrível que já ouvi, ou melhor, acompanhei. A história de amor que tenho para contar, aconteceu de verdade. Esse “conto de fadas” não tem nada de tradicional, uma blogueira nada famosa encontra um grande cantor de música sertaneja… Pode parar, não foi nada disso que você imaginou, esse lindo encontro se passa no meio da Av. Paulista, um atropelamento seguido de um vazamento de nudes! Calma, vou explicar direitinho, mas será que eu deveria ter começado com o famoso “Era uma vez…”?

 

Mal posso esperar para conhecer essa história que promete ser bem interessante (e atual)! 🙂

 

obrigada_2016

2016 foi um ano de muitas mudanças e conquistas! E acho importante agradecer pelas coisas boas que aconteceram e as oportunidades que surgiram, portanto quero comentar as parcerias que foram iniciadas em 2016. 🙂

 

A Larissa Barros Leal se tornou parceira do blog e é a autora do livro Érica.

 

E o Guto Domingues também se tornou parceiro do blog e é o autor do livro Conspiração Nazi.

 

Autores, obrigada pela oportunidade de conhecer o trabalho de vocês!

Ambas as leituras foram satisfatórias e reflexivas. 🙂

 

E não percam, em breve teremos novidades sobre eles por aqui!