Fala Werneck

melhoresdejaneiro

 

  • Melhor livro: Frida Kahlo e as cores da vida. O livro é inspirado na vida da pintora e mostra o quanto ela passou, sofreu e superou durante a sua existência. Uma mulher forte e intensa, que não aceitou os limites impostos pelos problemas e buscou formas de expressar tudo o que sentia através da arte. Um exemplo impactante da importância de conhecer a sua essência, descobrir o seu sonho e lutar por ele.

 

  • Melhor quote: “— E talvez o amor seja, em última análise, a melhor coisa que podemos receber. Não resolve tudo, mas, apesar dos pesares, é a coisa mais significativa que possuímos.” (O clube do biscoito – Ann Pearlman)

 

  • Melhor filme: A escavação. Um filme bonito sobre família, trabalho e dedicação. A história acompanha uma viúva que decide contratar um arqueólogo para fazer uma escavação que ela pretendia realizar com o marido, há muitos anos. Eles descobrem algo incrível, mas as dificuldades que surgem irão testar a força de vontade de cada um dos envolvidos.

 

  • Melhor série: Bridgerton. Todos já falaram dessa série, não é mesmo? Uma série de época, romântica, envolvente, com uma trilha sonora incrível e figurinos elegantes. Mas preciso dizer que foi difícil escolher a favorita do mês, porque também assisti em janeiro a segunda temporada de “Virgin River” e amei! Qual das duas vocês escolheriam?

 

Compre o livro “O clube do biscoito” na Amazon: https://amzn.to/3tRbEjO

 

melhoresdedezembro

 

  • Melhor livro: Os cem melhores poemas brasileiros do século. Para quem gosta de poesia e quer conhecer um pouco dos grandes poemas brasileiros, esta é uma ótima seleção. Neste livro você encontra alguns clássicos, que todo mundo já ouviu falar, e outros que podem ser um pouco desconhecidos ou não tão comentados assim. São tantos poemas que geram reflexões interessantes e transmitem a beleza das palavras, por isso é um livro que merece ser apreciado.

 

  • Melhor quote: “Acima de tudo, ela adorava o que sentia toda vez que pegava um livro: sentia como se segurasse um mundo inteiro nas mãos.” (A Bela e a Fera – Perdida em um Livro)

 

  • Melhor filme: O som do silêncio. O filme contará a história de um baterista que começa a perder a audição e precisa aprender a lidar com a sua nova realidade. O personagem passa por muitas fases, faz escolhas que lhe ajudam e outras que prejudicam. É interessante como o filme mostra o silêncio e o som, para criar o paralelo entre a vivência diária das pessoas surdas e ouvintes. Um filme sensível, que mostra o quanto as pessoas podem sofrer na vida e o quão forte o ser humano é por aprender a lidar com os problemas que surgem e se adaptar às situações difíceis. Com atenção, dedicação e afeto é possível seguir.

 

  • Melhor série: Vikings. A segunda parte da sexta temporada chegou e o primeiro episódio foi impactante e icônico. Esse episódio já valeu a temporada, porque mostra a determinação e o poderio histórico dos Vikings de uma maneira surpreendente. Para quem gosta de História, de guerra e de ação, essa é uma série que merece ser assistida. (Lembrando que tem muita violência.)

 

melhoresdenovembro

 

  • Melhor livro: A garota do aeroporto. Um romance que me surpreendeu bastante. Quando você lê a sinopse, pode imaginar que é “apenas” um romance fofo, com uma história inspirada em um filme (que eu amo muito). Só que não, o livro é muito mais do que isso! A trama elaborada gera reflexões sobre família, amizade, amor, autocuidado e dedicação. O livro discute de forma sensível o convívio com pessoas que têm transtornos mentais, e a importância de se entender a melhor forma de ajudar. Se você quer ler um romance para aquecer o coração e também refletir sobre as dificuldades do convívio humano, essa é uma ótima escolha! 🙂

 

  • Melhor quote: “Talvez não sejamos quem achamos ser. Quando o desespero nos invade a porta, somos capazes de coisas que não conseguiríamos formular na calmaria.” (Joana e Maurício – Igraínne Marques)

 

  • Melhor filme: Bombshell. Um filme que debate um assunto muito sério, que é o assédio que muitas mulheres sofrem no ambiente de trabalho. O escândalo que revelou o nível de abuso cometido dentro de uma grande empresa, e as consequências quando tudo foi finalmente revelado e o presidente da Fox News foi exposto e removido da empresa. Um filme impressionante e com um elenco de peso!

 

  • Melhor série: O gambito da rainha. Uma das minisséries mais assistidas da Netflix! A história é baseada em um livro e o título faz referência a um lance de xadrez. Na história acompanhamos a jornada de uma menina que encontra no xadrez o seu talento, e para participar de campeonatos e ter seu nome reconhecido, ela irá enfrentar as dificuldades, a indiferença e o preconceito; com disciplina e  muito estudo, mostrará do que é capaz! Uma ótima escolha para maratonar! Amei!

 

nataltododia

 

Sempre achei o Natal uma época bonita, reflexiva, mágica. Tempo de refletir, renovar e nos transformar.

 

2020 tem sido um ano difícil, complicado e, para muitos, doloroso. Por isso, neste dezembro quero fazer este projeto: Natal todo dia.

Do dia 1º ao dia 24 de dezembro quero ler ou assistir alguma história natalina.

 

Cada dia farei stories comentando e mostrando a escolha da vez, então acompanhem! E aproveitem para me indicar neste post e-books, filmes e séries.

Espero assim conhecer histórias bonitas e ter momentos agradáveis de entretenimento.

 

Como sempre digo por aqui, acredito no poder da leitura, sei o quanto ela pode nos fortalecer, incentivar e também amadurecer pelas reflexões que promove.

Em 2020 a leitura me ajudou a lidar com muitas dores, e espero que continue sendo assim.

 

Vamos ler juntos?

 

melhoresdeoutubro

 

  • Melhor livro: Daisy Jones & The Six. Um livro com uma escrita muito diferente, tipo entrevista, que narra a história da Daisy e da banda com quem ela passa a trabalhar junto: The Six. O livro acompanha a vida intensa, por vezes alucinada, e impressionante dessas pessoas. Passamos a conhecer os conflitos, os pontos fortes de cada um e as músicas! Músicas que criam no leitor a vontade de procurar para ouvir, para assim conhecer a voz icônica dos vocalistas e as melodias marcantes.

 

  • Melhor quote: “- Você está a salvo – disse com firmeza. – Tem meu nome e minha família, meu clã e, se necessário, a proteção do meu corpo também.” (Outlander – A viajante do tempo – Diana Gabaldon)

 

  • Melhor filme: Os 7 de Chicago. Um filme baseado na história real de um protesto pacífico que se transformou em um confronto com a polícia. Um confronto violento, que culminou no julgamento desses 7 homens que estavam sendo responsabilizados pelo que aconteceu. Cada um com sua própria trajetória e motivações, buscando mudanças, igualdade e justiça. Um julgamento que ficou famoso e que teve momentos assustadores de preconceito e indiferença. Um grande filme.

 

  • Melhor série: Emily em Paris. Se você busca uma série divertida, com episódios curtos e “um toque” de “Gossip Girl”, essa é a sua escolha. 🙂 Emily recebe uma oportunidade de trabalho e se muda para Paris, onde irá se meter em situações divertidas, românticas e também desastrosas. Gostei muito!

 

melhoresdesetembro

 

  • Melhor livro: Um lugar para mim. A melhor leitura do mês contou a história de uma jovem que vê sua vida virar de cabeça para baixo ao descobrir que sua família está vivendo ilegalmente nos Estados Unidos, após o visto ter expirado. Um livro sobre família, dedicação, amizade, e pertencimento. Ao acompanhar a trajetória dela, refletimos sobre o significado de se sentir em casa e possuir uma rede de apoio; questões fundamentais na vida.

 

  • Melhor quote: “Não estava bom, mas era algo. Cath podia mudar depois. Essa era a beleza de amontoar palavras – ficavam mais leves quanto mais você as tinha.” (Fangirl – Rainbow Rowell)

 

  • Melhor filme: Quase uma rockstar. Em janeiro eu li o livro e em setembro assisti à adaptação e adorei! Achei um filme animado, esperançoso e mais envolvente do que o livro. Amber é uma personagem muito interessante e inspiradora, porque ainda que sua vida pessoal esteja caótica, ela faz “pequenas coisas” diariamente que levam luz à vida de muitas pessoas; e por muito tempo ela nem percebe a importância desses pequenos atos; até que a tragédia que acontece lhe mostra que ela não está sozinha, que existem muitas pessoas que se importam com ela e estarão presentes para lhe apoiar.

 

  • Melhor série: Away. Uma série que fala sobre o espaço e a busca da humanidade por uma missão bem-sucedida para Marte. Acompanhamos os astronautas enfrentando diferentes perigos e imprevistos; como também as famílias, que acompanham tudo da Terra, e seguem com seus respectivos dramas…

 

Agora me contem, já assistiram alguma das minhas indicações de hoje?

E as leituras? Conhecem os dois livros mencionados? 🙂

 

melhoresdeagosto

 

  • Melhor livro: Entre quatro paredes. Sem sombra de dúvidas, o melhor livro do mês! Um thriller angustiante que faz o leitor sofrer e se desesperar junto da personagem principal; uma mulher que se encontra em uma situação terrível, que parece não ter saída. Um livro que mostra o quanto as aparências podem enganar, porque a perfeição aparente pode esconder uma realidade sombria e assustadora.

 

  • Melhor quote: “É fácil dizer como os outros devem ser, se sentir ou agir, é fácil e indolor. O discurso pula de nossas bocas com imensa facilidade. Mas difícil mesmo é se colocar no lugar, é sentir as dores e ouvir o choro do outro.” (As cores do coração – Dani Assis)

 

  • Melhor filme: O preço da verdade. Um filme impressionante, que acompanha um advogado americano que sempre trabalhou defendendo grandes corporações, mas acaba pegando um caso no qual ele acaba descobrindo informações terríveis e perigosas sobre uma das maiores corporações mundiais. Um filme que mostra o dano causado às pessoas e ao mundo, por causa da omissão danosa dos efeitos de elementos químicos combinados usados em produtos de alcance mundial. É surpreendente o tempo que um processo desses pode demorar, como também o desafio que é encarar uma situação tão angustiante que começa a consumir a vida do advogado e, consequentemente, da sua família.

 

  • Melhor série: Outlander 5. Não tinha como fazer outra escolha. Rs. Terminei de assistir a temporada e chorei muito. A cena mais dramática do livro foi “um pouco” amenizada na série (na minha opinião), e eu gostei muito disso, porque é algo pesado demais; a escolha que eles fizeram foi brilhante porque permitiu que os flashbacks tivessem o drama “na medida certa”. Só que nos episódios finais, muitas das coisas que aconteceram não estavam no quinto livro. Eu fiquei muito feliz porque a frase que eu mais amei no livro, estava exatamente igual! *-*

 

filmes

 

Não costumo falar muito de filmes por aqui; várias pessoas pedem e preciso comentar mais; porque são tantos que assisto e gosto! Por isso, hoje, trouxe uma lista com os 5 melhores do primeiro semestre. Pra facilitar, não colocarei aqueles filmes que assisto repetidas vezes, rs, como vocês já puderam ver alguns numa lista que fiz anteriormente (exclusiva para eles).

 

  • A casa

 

  • Suprema

 

  • Sergio

 

  • Escritores da Liberdade

 

  • Just Mercy

 

Já assistiram algum desses?

Qual filme vcs acham que eu preciso conhecer logo?

melhoresdejulho

 

  • Melhor livro: Outlander – A cruz de fogo. Um livro impressionante, envolvente e enorme. A leitura foi especial porque continuamos acompanhando Claire e Jamie; e nos envolvemos emocionalmente com outros dois personagens também, que passam por experiências bem dolorosas. Outra coisa que vale a pena ser mencionada é a simbologia da cruz de fogo e todo o valor de lealdade ligado aos clãs. Muito bonito!

 

  • Melhor quote: “Não faça planos pequenos; eles não têm mágica para fazer pulsar o sangue dos homens.” (O demônio na Cidade Branca)

 

  • Melhor filme: O homem invisível. Sabe aquele tipo de filme que te angustia? Esse é assim! O filme acompanha Cecilia, que tinha um marido abusivo e obsessivo, do qual ela consegue fugir. Mas, pouco depois, ela recebe a notícia de que ele se matou e deixou uma fortuna para ela. Só que coisas terríveis começam a acontecer e ela luta para provar que não está ficando louca.

 

  • Melhor série: Outlander 5. Estou soando repetitiva? Rs. Durante o mês, terminei a leitura e precisei começar a nova temporada; que se mantém bem fiel ao livro. 🙂 Apesar de algumas mudanças evidentes, já nos primeiros episódios… Gosto muito da fotografia da série, como também dos cenários, roupas e, claro, do elenco. É uma série que te envolve pelo romance, pela parte histórica e pelas discussões sobre viagem no tempo.

 

melhoresdejunho

 

  • Melhor livro: Lágrimas de Amor e Café. Um livro que fala sobre os imigrantes italianos no Brasil, mostrando através do romance realidades bem diferentes da época: o imigrante, que trabalha exaustivamente e sempre está devendo dinheiro ao senhor da fazenda; e a esposa, que sofre abusos e é reprimida constantemente pelo marido ciumento. Mas o amor encontra o seu lugar no coração deles e a escrita é parte da salvação dessa jovem que tanto sofre. Uma leitura muito especial.

 

  • Melhor quote: “a memória dói, mas nos lembra o tempo todo o quão imensos somos diante dos socos no estômago que a vida nos dá.” (Chorar de alegria)

 

  • Melhor filme: “Just Mercy” foi o melhor filme do mês porque traz a história real de um advogado que lutará muito para inocentar um homem que não cometeu o crime pelo qual recebeu a sentença de morte. Um drama intenso e muito forte, que além de falar sobre adulterações de provas e manipulações de testemunhas, mostra a força terrível e sombria do preconceito, que já condena simplesmente pela cor da pele. Mas a força da verdade e a persistência desse advogado que não se deixa amedrontar mostram que as pessoas precisam ser fortes e sempre lutar para combater o preconceito e as injustiças.

 

  • Melhor série: A melhor série que assisti durante o mês foi a segunda temporada de “Coisa mais linda”. (Cuidado com os spoilers.) Malu e Adélia continuam enfrentando muitos desafios para manter o bar aberto e precisam lidar com a tragédia de perder uma amiga tão especial. Além disso, Malu precisa encarar o retorno do marido, que chega querendo dominar sua vida novamente; e Adélia continua enfrentando muitos preconceitos. Mas as duas, e as outras que são suas amigas, são mulheres fortes; e obtendo sempre o apoio e o incentivo umas das outras, elas irão lutar pelo que acreditam, buscar o amor e fortalecer a amizade.