Fala Werneck

@fala.werneck_avozdaalma

 

Melhores Trechos

 

“Dentro de pensamentos, sentimentos e

questionamentos,

morada da minha alma.”

 

“A todo instante, 

pode ser o último instante. 

Então viva o instante.”

 

“Afinal, preciso estar pronta em amor a sós

para o amor a dois.”

 

“Que o seu dia hoje seja a melhor página do seu

livro.”

 

“O seu ser, em formato humano,

chega até o outro ser,

e o motiva a também ser, o ser dele

com registros do seu,

ciclos de seres que se perdem ou se acham.”

 

“Escrever é deixar que

parte do meu eu

chegue até você. 

A outra parte não é compartilhável, 

é minha.”

 

“O receio por inícios é a ansiedade pelo fim,

do querer saber como resultarão.

Projetos,

amores, 

a vida.”

 

“Ser capaz é mais do que só ser capaz de fazer,

mas ser capaz de agradar a si mesmo, 

e não esperar por aceitação externa.

Talvez elas não venham,

e o seu capaz se torna apenas algo perdido e

vago.

Faça para você. O resto

a palavra por si responde, é resto.”

 

“Zona de conforto é o clichê para se referir

à falta de tesão por existir e descobrir suas

capacidades.”

 

“O viver está na ação de fazer.

Lidar com o agora,

sabendo que, de alguma forma,

fará parte

da sua história,”

 

“Abortamos a intensidade

por referências mornas.”

 

“Eu tô com medo

mas tô indo assim mesmo.

A vida avisa que vai ser intenso

através de sensações incomuns.”

 

@fala.werrneck_resenhaflores

 

Editora Global

264 páginas

 

Poesia de todo e qualquer lugar

 

“O poeta é o fotógrafo do sentimento.”

 

A melhor frase para iniciar esta resenha e falar da escrita do Sérgio Vaz.

 

Um poeta que fala muito bem dos sentimentos, de forma direta, e que mostra a beleza que há no cotidiano mais simples.

 

Lembrando ao leitor que a poesia alimenta almas e transforma vidas, inspira a luta por dias melhores.

 

Luta essa que exige muita dedicação, força de vontade e persistência… porque o caminho não é fácil não.

 

Mas pode ser belíssimo!

 

“Flores de Alvenaria” é um livro repleto de textos que falam da vida real, dos desafios que cercam as nossas existências, da importância de aprimorar os nossos conhecimentos, acreditar nos nossos sonhos e buscar caminhos para que eles se realizem.

 

Nada vem de mão beijada e, como ele bem diz, precisamos transformar as lágrimas em calos para que o amanhã seja melhor.

 

Derrotas e vitórias fazem parte do percurso e juntas constituem a nossa força.

 

Além disso, o poeta fala sobre como a poesia é uma arma e uma das mais poderosas, porque modifica ideias e gera uma revolução.

 

Uma leitura fascinante e provocativa.

 

Cada um pode descobrir a sua voz, sentir a força das palavras e o acolhimento que vem delas também.

 

Falar de sentimentos pode ser doloroso, mas é fundamental. Quando desbravamos este mundo interno, percebemos que batalhas similares são enfrentadas por outros também.

 

Dias bons, dias ruins.

 

Momentos inspiradores, situações frustrantes.

 

Tudo isso nos cerca e deve servir de base para que um lindo sol habite a nossa alma e nos ajude a iluminar os lugares por onde passarmos.

 

A vida tem muitas encrencas, mas também o potencial para ser maravilhosa.

 

E não esqueçam…

 

“O final é quando você desiste.”

 

Compre na Amazon: https://amzn.to/43W2zaM

 

@fala.werneck_prazersaudade

 

Melhores Trechos

 

“É que a ficção é tão imperfeita que, com nossa perfeição, quebramos ela”

 

“Se eu pudesse, congelaria o tempo

Nos manteria naquele momento”

 

“Queria ter você aqui, comigo todo dia

Com gosto de rotina

Com sentimento de lar”

 

“Eu sinto falta de ter uma boa conversa com alguém, aquelas de verdade, que a gente vê constelações nos olhos da pessoa, porque são os sonhos dela se conectando no olhar.”

 

“Tudo bem, nem todos nascemos pra sentir demais.”

 

“Sou mais sonhadora

Isso me orgulha

Porque o mundo já é real e chato demais pra que eu também seja assim”

 

Compre na Amazon: https://amzn.to/3oEdh6C

@fala.werneck_resenhairm

 

Madras Editora 

256 páginas

 

O que é a vida?

 

Imagine fazer parte de um grupo religioso que tem a importante missão de proteger Jesus e os seus ensinamentos?

 

Esse convite é feito, de forma elaborada, para o jornalista que é o protagonista do livro.

 

O homem fica surpreso com o convite, descrente diante das revelações e também empolgado para saber mais, entender melhor tudo isso e encontrar o Mestre.

 

Nesta jornada, ele conhecerá muitas pessoas que irão oferecer lições importantes, mas as mais profundas serão movidas pelo verdadeiro conhecimento de si mesmo.

 

Ao tentar ajudar os membros da Irmandade da Cruz a manterem seu segredo protegido, ele começará a perceber os rumos que sua vida tomou, as escolhas que fez e o quanto disso tudo nunca fez tanto sentido, apenas eram coisas que o consumiam.

 

Com Armand, ele compreende que escolhas importantes demandam algum tempo de reflexão; com Julius, ele nota o valor da serenidade para absorver as lições milenares silenciosas que alguns lugares nos oferecem, mostrando que tudo que há de elaborado e majestoso foi construído com pequenas partes que se encaixaram perfeitamente.

 

A jornada do personagem nos mostra a importância da fé e de como ela pode expandir o nosso mundo pessoal.

 

Tratando-se de uma fé que gera reflexões, debates, questionamentos e permite que as pessoas amadureçam ao praticar respeitosamente esses “embates” de ideias.

 

Por se aproximar cada vez mais de pessoas conscientes de que há coisas com muito mais valor do que os bens materiais, o jornalista entende o quanto o seu ego sempre o controlou e guiou.

 

Agora ele está tendo a oportunidade de parar e avaliar pelo que a sua alma anseia.

 

Uma leitura reflexiva e que também possui um ritmo “acelerado”, de certa forma, por causa da busca pelo homem que está transtornado e ameaça revelar ao mundo a existência da Irmandade da Cruz e os seus segredos.

 

Ficamos curiosos com o momento em que esse novo membro finalmente conhecerá Jesus, como será esse encontro e o que representará para ele estar diante desse homem iluminado sem igual.

 

O final surpreende e nos deixa com uma reflexão para a vida.

 

Estamos fazendo a nossa parte para construir um mundo melhor?

 

Como seria estar diante de alguém como Jesus?

 

Estaríamos “prontos” para esse encontro?

 

Demonstraríamos serenidade ou apreensão diante de uma alma evoluída assim?

 

Uma leitura que nos alerta sobre a importância e a força dos pensamentos, o valor da oração e a grande relevância da autodescoberta.

 

Compre o livro no site: https://irmandadedacruz.com/

 

@fala.werneck_orocambole

 

Melhores Trechos

 

“Em cada canto de cômoda, nos inúmeros armários, podia aninhar-se uma história esquecida, que ali jazia desde muitos anos;”

 

“Tinham acontecido coisas demais para ela; ela não podia esquecê-las, mas sem esquecê-las, como viver?”

 

“Atrás de uma coisa sempre vem outra; bastava esperar de alma e coração abertos, o vento propício.”

 

“Consistia naquele doce enredo bem enrolado em que o nada da existência vinha recheado pelo tudo da imaginação.”

 

“Ela tinha o porte à altura de pisar os astros distraída.”

 

“– Mas é isso mesmo, Dona Fiammetta, a gente nunca sabe com quem lida, e é preciso comer junto muito mais de um saco de sal para se conhecer bem pouco de uma pessoa.”

 

Compre o livro na Amazon: https://amzn.to/45nhlch

 

@fala.werneck_resenhaintertrigem

 

Câmara Brasileira de Jovens Escritores

74 páginas

 

Fases da poesia

 

“Intertrigem” é o primeiro livro de poesia do autor e traz poemas de estilos variados: uns para divertir, outros para emocionar e ainda há aqueles feitos para refletir.

 

A melodia presente nos versos é bela, como a que encontramos no poema “A morte”.

 

O texto que fala sobre as fases nos lembra como às vezes pode ser difícil compreender as nossas próprias emoções e assimilar o significado do que estamos sentindo sem que isso magoe outra pessoa.

 

As críticas ao significado de “alta poesia” são divertidas e o poeta faz graça enquanto se dirige a um rival que disputa com ele a posição de “melhor poeta”.

 

O estilo singular do autor já está presente neste livro, ainda que exista a presença de mais leveza com vários poemas engraçados.

 

O poeta se aproxima do leitor e mostra o quanto podem ser parecidos, como há tantas angústias similares e alegrias também.

 

A vida é feita de poesia, que pode surgir nos momentos mais improváveis e naturais.

 

E, vivendo essa poesia, a vida tem graça.

 

Sentindo o texto com diferentes sentidos, pois…

 

“Não leio meus versos com meus olhos, leio

Com meus ouvidos, 

Pois só assim posso ver o roncar das rimas…”

 

Vamos ler e ouvir a poesia?

@fala.werneck_primimpirm

 

A história já começa intrigante com um jornalista, que está fazendo uma investigação importante, sendo convidado de forma misteriosa para viajar para outro país e, em troca de escrever sobre uma ordem religiosa importante, receber documentos que ajudariam muito a sua investigação.

 

Ele decide aceitar e os mistérios só aumentam quando ele chega a Bruxelas e recados de pessoas que ainda não conhece o levam a lugares misteriosos.

 

Ao conhecer Armand, ele começa a entender a importância da situação que está começando a fazer parte e eu fui virando as páginas com ainda mais curiosidade.

 

O jornalista foi convidado para fazer parte de uma ordem religiosa secreta: a Irmandade da Cruz, que é formada por homens que se dedicam a uma importante missão desde a época em que Jesus viveu.

 

À medida que o Armand fala sobre Jesus, seus ensinamentos para o povo em geral, os discípulos e um outro grupo secreto, o homem convidado fica ainda mais surpreso e até descrente com a revelação que lhe é feita: Jesus vive. Não no Reino dos Céus, mas na Terra. E a Irmandade da Cruz é a responsável por guardar esse segredo, proteger o Mestre e evitar que a sua localização seja revelada.

 

Só que um dos homens mais leais da fraternidade, que está sofrendo muito por uma doença grave da única filha, uma criança, decide tomar uma medida drástica: em um ato de traição, ele começa a ameaçar os homens que guardam o segredo da localização para descobrir onde Jesus está vivendo.

 

Ele já torturou e matou um, agora disse que fará o mesmo com todos os outros.

 

Armand revela que é um dos que possui parte do código que contém a localização e, depois que o jornalista aceita fazer parte da ordem, explica que o novo membro precisará fazer tudo para impedir o Alexander de cumprir essa promessa terrível e continuar protegendo esse segredo da humanidade.

 

Há bastante tempo eu não lia um livro com uma conspiração religiosa assim e estou gostando muito!

 

É o tipo de leitura que nos instiga com o mistério e a conspiração, além de poder nos fazer pensar sobre os ensinamentos de luz que as pessoas neste mundo receberam e como, várias vezes, esses ensinamentos são manipulados e deturpados por pessoas com interesses escusos…

 

Vou continuar a minha leitura e depois trago a resenha! 

 

Agora me conte, você já leu livros que falam de conspirações assim?

 

@fala.werneck_osatrevidosresenha

 

Faro Editorial

256 páginas

 

Atreva-se a descobrir o extraordinário

 

Muitas vezes pensamos no significado de sucesso, genialidade e felicidade.

 

Quantas vezes imaginamos que essas coisas são para poucos? Para pessoas que nasceram com algum dom específico e muita sorte.

 

No livro “Os atrevidos dominam o mundo”, o autor nos leva em uma jornada reflexiva, que apresenta várias histórias de pessoas que foram singulares neste mundo e nos faz perceber quanto esforço é necessário, quanto empenho e quantos anos para finalmente alcançar algo magnífico.

 

Assim, ele nos mostra que não basta ter talento, é preciso foco, dedicação e muita força de vontade para persistir e superar as dificuldades, os erros e as dúvidas que surgem pelo caminho.

 

São tantos fatores que envolvem as nossas vidas, questões que podem nos ajudar ou atrapalhar; mas, como diz o Jacob, precisamos ser atrevidos, ousar e nos expor aos tropeços da jornada para sairmos da fila da mediocridade.

 

É difícil? Demais!

Vai doer? Com certeza! 

 

Porque precisaremos remodelar tantos pensamentos que nos limitam; aprender a perceber que os problemas não estão dentro de nós, mas acontecendo conosco ou ao nosso redor; e aceitar que muitas pessoas não conseguirão compreender o nosso caminho.

 

Só que ele é nosso, precisamos nos conhecer, nos respeitar e lutar pelo que representa a nossa paixão, o nosso talento que precisa ser lapidado e pode trazer algo de bom para o mundo.

 

As mudanças não acontecem do dia para a noite, às vezes não é tão simples descobrir qual é o seu talento… mas se você se dedicar para verdadeiramente se encontrar e compreender, irá desvendá-lo.

 

E com ele poderá alcançar o seu verdadeiro potencial.

 

Alguns conceitos que o autor analisa são muito interessantes, como os limites e também o tempo.

 

Se pararmos para refletir, os limites realmente não existem, são formados por crenças e percepções que bloqueiam as pessoas. Então, por que se restringir assim?

 

O tempo é algo espetacular, porque o que existe é um constante agora… 

Passado e futuro só existem na nossa mente, e a gente se deixa consumir tanto por isso!

 

O livro é um maravilhoso lembrete de que podemos (e devemos) ousar acreditar no que alimenta a nossa alma e construir algo especial com isso.

 

Você já leu alguma obra do autor?

 

Compre na Amazon: https://amzn.to/43Eimem

@fala.werneck_resenhasefor

 

Editora Global

181 páginas

 

Como está o seu olhar?

 

Loyola é um grande escritor, que nos faz refletir sobre algo particular com cada texto que cria.

 

“Se for pra chorar que seja de alegria” é um livro de crônicas que nos lembra do valor da vida, do empenho que precisamos e do olhar sensível e interessado que sempre devemos ter, porque o mundo tem muito a nos oferecer e as oportunidades são infinitas se nos permitirmos.

 

Quando ele comenta sobre sonhos, mostra que cada um tem o seu e merece lutar por ele, independente do que digam ou de “fórmulas” que possam querer ditar como isso deve acontecer.

 

Ele fala de literatura de uma maneira tão empolgada, que os leitores apaixonados pelo mundo dos livros logo conseguem se identificar.

 

Loyola cria crônicas que nos mostram São Paulo de uma forma boêmia, suave e também, em algumas partes, agitada (como toda capital).

 

É interessante refletir sobre um outro lado da censura, na Ditadura terrível que o país viveu, que são os censores. Pessoas que nem sempre gostavam desse trabalho e encontravam formas de mostrar isso, mesmo que sutilmente…

 

Quando ele fala dos “recursos” que os jornalistas usavam e até “brincadeiras” com as palavras, que eram uma forma de protestar contra essa amarra diante dos textos, o autor nos lembra que mesmo nos momentos mais sombrios, nas épocas repletas de escolhas duvidosas e atos cruéis de muitos, ainda existia (sempre existiria) a vontade de lutar pela liberdade, pelo respeito, para que as diferentes vozes fossem ouvidas.

 

E isso é algo que ainda representa uma luta, porque mesmo hoje, com todo o alcance, a liberdade e as possibilidades, ainda querem calar muitas vozes.

 

Só que a vontade de viver bem, sentir e se libertar sempre será maior.

 

Ler este livro de crônicas desperta aquela vontade de expandir os horizontes, conhecer novos lugares, arriscar outras possibilidades na vida, se permitir verdadeiramente sentir os momentos mais simples e singelos.

 

Isso que forma o livro da nossa vida.

 

Existe muita força, muito amor e muita luz neste mundo para que o choro seja de alegria.

 

Loyola nos lembra disso.

 

Nunca é tarde para tentar, para mudar, para fazer.

 

Depende da gente e de como decidimos encarar as coisas.

 

Uma ótima leitura!

 

Compre na Amazon: https://amzn.to/3WKFrte

 

@fala.werneck_trechosmestres

 

Melhores Trechos

 

“– O que um homem pode inventar, outro pode descobrir – falou Holmes.”

 

“Veremos, na verdade, que os engenhosos são sempre fantasiosos e os realmente imaginativos nunca deixam de ser analíticos.”

 

“– A mente é a senhora de todas as coisas. Quando a ciência reconhecer plenamente esse fato, um grande avanço será feito.”

 

“De todas as faculdades que insistem em nossa imortalidade, qual delas fala a verdade com mais eloquência do que a memória?”

 

Compre o livro na Amazon: https://amzn.to/3zTWxKO