Fala Werneck

ossonhadores

 

Primeira frase da página 100: “Ela é a peça equilibrada.”

 

Do que se trata o livro: Uma cidade pequena começa a ter casos de uma doença misteriosa que ninguém sabe o que é ou como é transmitida, e o que faz com que os infectados durmam e não acordem mais. Tudo começa nos dormitórios da universidade, e especialistas em diferentes áreas começam a vir para a cidade para tentar descobrir o que está acontecendo.

 

O que está achando até agora?

A escrita é envolvente e a história intriga, toda a questão de uma doença que parece estar sendo transmitida pelo ar e que ninguém sabe como tratar ou o que é exatamente, torna a leitura angustiante. Mas é curioso acompanhar como as pessoas reagem de diferentes maneiras a um problema grave assim. Alguns demonstram descrença, outros acham que não é tão sério assim e também existem aqueles que acham que é algo que nunca vai alcançá-los; afinal aconteceu “lá nos dormitórios da universidade, é longe…”

 

O que está achando da personagem principal?

O livro contém vários núcleos, mas considero 3 como principais: Mei, é uma estudante universitária tímida que era colega de quarto da 1ª garota que foi infectada e morreu. Ela está preocupada e angustiada com tudo isso, além de estar tendo que lidar com a quarentena que foi imposta a todos os estudantes do andar. Sara é uma criança disciplinada e responsável, cujo pai sempre soou “alarmista” quanto aos desastres que o mundo enfrentaria, mas agora parece estar certo, e ela está trancada em casa com ele e a irmã. E também temos o casal composto pelos pais da bebê Grace, um casal que estava indiferente à situação, até baterem à sua porta pra falar da suspeita de que o leite doado com o qual a bebê se alimenta pode estar contaminado. Então, são núcleos com pessoas que estão em posições diferentes nessa situação e que também encaram as coisas de maneiras particulares.

 

Melhor quote até agora: “É um hábito de pensar que compartilha com o pai – todo momento banal contém uma potencial calamidade, e é impossível saber quando uma delas vai acontecer.”

 

Vai continuar lendo?

Quero descobrir como esse problema será contido e afinal que doença é essa que coloca as pessoas para dormir e não acordar mais.

 

Última frase da página 100: “Uma pequena dose de alívio.”

 

Comentários (0)