Fala Werneck

O amargo relato de uma mulher traída (e do que ela é capaz)

resenhalivro3

 

            Jodi e Todd, um casal que tinha tudo para dar certo, e pode-se afirmar que durante um tempo deu; uma narrativa angustiante que por vezes leva o leitor a um sentimento de aversão às pessoas como as retratadas.

            A mulher silenciosa é um thriller diferente, onde o mistério representa algo além da resolução de um crime, como as pessoas vão sendo transformadas pelos relacionamentos que vivem e as escolhas que fazem.

            Jodi é uma mulher contida, em alguns aspectos fria e bastante metódica.

            Todd é um homem que enxerga seus deslizes não como falhas, mas características componentes do significado de ser homem.

            Um relacionamento que existe há anos; diferente, complexo ou simples, que representa uma situação cômoda para ambos. E então, ocorre uma mudança que transforma esse “mundinho” contido e silencioso que eles vivem.  Uma mudança que vai modificar cada um deles de forma única, que vai mostrar-lhes até que ponto podem ir, onde ficam seus limites e do que são capazes de fazer quando estão sob pressão.

amulhersilenciosaimg2

            O livro é um relato (um pouco) inusitado de um casamento como muitos, com algumas particularidades incomuns e algumas reações graves, mas nem de longe representa algo impossível de acontecer. E isso é o que torna o livro mais impactante, durante a leitura o leitor vai experimentar sentimentos de indignação, raiva, aversão; e diante de algumas atitudes, tanto dele quanto dela, pode entender um pouco do ponto de vista de cada um; e essa sensação de empatia ocorre principalmente porque o livro é narrado em primeira pessoa, revezando pelo ponto de vista dele e dela.

            O leitor então é levado a experimentar os sentimentos vividos por ambos, e compreender como cada um justifica suas atitudes e considera suas ações presentes, passadas e futuras; é possível perceber que o ser humano é composto por sentimentos complexos, por vezes divergentes e como uma ação que para um representa algo pequeno, normal, pode significar a perda de tudo que o outro conheceu como real e verdadeiro; é possível perceber também a capacidade humana de maximizar o próprio sofrimento e vitimização, e em paralelo minimizar as consequências do que o outro sofre e sente.

            Um livro que vai te angustiar, entreter e por fim, surpreender, pois diante do desenvolvimento da estória você vai acreditar ter compreendido tudo, mas surpresas ainda irão surgir nas últimas páginas.

 

Onde comprar:

 

Comentários (3)

  1. Lua Mariano disse:

    Li e fiquei com vontade de verdade, que história massa.
    Tipo as séries que gosto de acompanhar.

    Lua xx
    Meu Mundo da Lua FanPage

  2. Esse livro entrou na minha lista e saiu, mas agora você me deixou curiosa novamente. Parece que tem um climinha de suspense que gosto muito, acho que minha impressão vem mais da capa mesmo hahaha. Gosto de livros com essa temática. Beijos!!

    ourbravenewblog.weebly.com