Fala Werneck

@fala.werneck_imperdoaveisquotes

 

Melhores Trechos

 

“Um sentimento puro, inocente e verdadeiro fluía dos olhos castanhos dela como ondas magnéticas de calor que o atingiram em cheio, transformando todo o seu ser feito de energia de fora para dentro.”

 

“— Você pode ser grande, Clarissa! Mesmo que às vezes pense que se parece com um pontinho solitário na imensidão de um céu cheio de estrelas.”

 

“— Por me permitir estar aqui e aprender coisas que eu nunca pensei que ainda pudesse aprender. Por me lembrar que eu não sei tudo.”

 

“Retornava, com certa dose de alegria, ao lugar de força e aconchego que sempre chamaria de lar.”

 

@fala.werneck_27diasresenha

 

Editora: Faro Editorial.

Páginas: 284.

 

Dê atenção

 

“27 dias” é um livro sobre amizade, afeto, acolhimento e autodescoberta.

 

Hadley é uma jovem que fica muito abalada com a notícia de que um colega de escola tirou a própria vida.

 

Ela não era próxima de Archer, mas sente por não ter feito algo, por não ter sequer percebido que ele poderia fazer isso.

 

E então, uma oportunidade avassaladora surge e ela aceita voltar no tempo, 27 dias, para tentar salvar o Archer.

 

O número 27 tem um significado importante na história e, a medida que os dias passam, a gente vai ficando angustiado para descobrir se ela conseguirá mudar esse destino cruel.

 

Muitos desafios vão surgindo, a jovem não imaginava que ele seria tão difícil e retraído.

 

A obra vai nos mostrando como as pessoas podem se fechar e temer a proximidade.

 

Alguns, como o Archer, já sofreram tanto e se culpam por tantas coisas, que assumem a responsabilidade por dores que foram causadas por outros.

 

A vida pode ser dolorosa, confusa e a solidão acaba dominando tudo.

 

Enquanto a Hadley tenta ajudar, ela vai percebendo o quanto é solitária também e vai conhecendo partes de si mesma que nem imaginava.

 

Essa amizade, que começa de uma forma brusca e diferente, se torna muito importante para a vida deles.

 

Só que além da garota não ter certeza se fez o suficiente, os dias estão passando velozmente e forças sobrenaturais tentam atrapalhar esse progresso; fazendo com que alguns pesadelos pessoais se tornem realidade.

 

Ainda que o livro fale sobre algo grave, não é uma leitura pesada e sofrida.

 

A obra fala muito sobre amizade, a persistência e a importância do amor. Oferecer carinho e dar atenção são fundamentais para a vida de qualquer pessoa.

 

Muitos podem até estar cercados pelo amor, mas acabam ficando cegos com algumas dores.

 

Nesses momentos, é preciso que alguém demonstre dedicação e interesse para que enfim a pessoa consiga perceber o potencial das suas escolhas.

 

A vida merece uma chance, várias chances.

 

Porque ela pode ser muito especial.

 

Compre o livro na Amazon: https://amzn.to/2W0ahD9

 

Resenha - Somos Todos Malas

 

Edição Independente.

Páginas: 198.

 

Não tem jeito, todo mundo é mala!

 

Falar de gente mala é muito fácil, porque todo mundo já presenciou uma situação com alguém que se encaixa na “categoria”.

 

A autora possui uma escrita que parece uma conversa leve e, quando notamos, estamos rindo com as experiências dos personagens.

 

Situações reais, cotidianas, simples e cômicas; algumas podem ter sido difíceis para quem viveu, mesmo que depois lembrem com carinho do “turista-mala” ou mesmo da “tia-mala” no casamento.

 

Às vezes as pessoas são apenas solitárias e se empolgam tanto com uma companhia, que passam dos limites.

 

Mas é verdade que também existem as aproveitadoras e abusivas.

 

Tem de tudo neste mundo que vivemos, não é mesmo?

 

Por isso o livro é tão divertido! Ele mostra como somos diferentes, desperta a empatia, promete várias risadas e nos lembra a importância de ouvir alguém, verdadeiramente ouvir, sem julgamentos ou preconceitos.

 

Os “pais-malas” e “mães-malas” de bebês e pets mostram como para “falar” aquele idioma, você precisa viver. Quem não tem filhos pode achar estranho os pais que ficam cheios de “gírias” variadas falando com os seus bebês; como também quem não tem pets pode ver como despropositado o amor e a atenção que os tutores dedicam aos seus filhos de quatro patas. Mas independente dos casos, só quem tem consegue compreender.

 

A gente precisa viver muitas situações para aprender a lidar e conviver com as diferenças; alguns momentos exigem compreensão, outros necessitam de determinação, porque existem questões que não podem ser toleradas indefinidamente.

 

E, no fim do dia, a gente vê que esteve em algum momento com um mala ou até mesmo foi o mala da situação.

 

Todos temos nossos dias bons e ruins, e a gente segue com a nossa bagagem, avaliando o que deve permanecer conosco ou ficar pelas esquinas da vida.

 

Compre o livro na Amazon: https://amzn.to/3rhcSUB

@fala.werneck_quotesglobal

 

Melhores Trechos

 

“Mas a tristeza é sossego

Porque é natural e justa”

 

“A mim ensinou-me tudo.

Ensinou-me a olhar para as coisas.”

 

“Mas eu nem sempre quero ser feliz.

É preciso ser de vez em quando infeliz

Para se poder ser natural…”

 

“Nem sempre sou igual no que digo e escrevo.

Mudo, mas não mudo muito.”

 

“Se não houvesse imperfeição, havia uma cousa a menos,

E deve haver muita cousa

Para termos muito que ver e ouvir…”

 

“Passo e fico, como o Universo.”

 

“Eu não sei falar porque estou a sentir.”

 

“Se o que escrevo tem valor, não sou eu que o tenho:

O valor está ali, nos meus versos.”

 

“Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.

Ambos existem, cada um como é.”

 

“Há só uma janela fechada, e todo o mundo lá fora;

E um sonho do que se poderia ver se a janela se abrisse,

Que nunca é o que se vê quando se abre a janela.”

 

“Não tenho pressa: não a têm o sol e a lua.

Ninguém anda mais depressa do que as pernas que tem.

Se onde quero estar é longe, não estou lá num momento.”

 

“Medo da morte?

Acordarei de outra maneira,

Talvez corpo, talvez continuidade, talvez renovado,

Mas acordarei.”

 

Compre o livro na Amazon: https://amzn.to/3kffEbD

@fala.werneck_livroviciados

 

Já começamos o livro com uma imagem que nos lembra de outro pecado capital que paira sobre Daniel.

 

Será que ele cometerá algum neste livro?

 

Descobrimos um pouco sobre a criação dos Arcanjos e as suas ligações. E nos preocupamos, como Daniel, com a situação da Clarissa.

 

Os sonhos premonitórios estão mais intensos e a última revelação que a garota recebeu a colocou em coma. O choque da tragédia foi grande demais e o seu frágil corpo humano não resistiria se não fosse por Daniel e sua luta para ajudá-la.

 

Com isso que aconteceu, o anjo está ainda mais revoltado e indignado por ver alguém tão jovem sofrer assim, ainda mais uma criança com quem ele se importa tanto.

 

Só que ele não pode impedir as revelações, é algo além dele. Mais importante que ambos.

 

E ainda que a gente perceba o quanto a Virtude está tentando ajudar, não acho que será o suficiente para aplacar a fúria dele.

 

É complicado se ver de mãos atadas, sem poder fazer algo “mais prático” por quem amamos. Mas é a vida… Em vários momentos a única coisa que podemos oferecer é atenção e afeto, e não podemos esquecer o quanto isso é fundamental.

 

Quero descobrir se o Daniel conseguirá impedir a explosão e as consequências disso para ele… Porque se essas tragédias já estavam escritas, haverá um preço pela mudança.

 

A história está evoluindo, Clarissa está crescendo e Daniel amadurecendo.

 

Quais provas e aprendizados este segundo livro da série promete?

 

Estou muito curiosa e não vejo a hora de ler essa obra completa e descobrir o que acontecerá na vida deles.

 

@fala.werneck_27dias

 

Sabe aqueles livros que a gente não consegue largar? Então, “27 dias” é exatamente assim.

 

A história começa com uma situação dramática e triste, que afeta muito a Hadley; Archer, um colega de escola, tirou a própria vida.

 

Só que em uma situação inimaginável, Hadley recebe uma oportunidade única: a Morte dá a ela a chance de voltar no tempo para tentar impedir que o Archer tome essa atitude extrema.

 

Hadley fica muito preocupada e desnorteada, mas aceita e começa a tentar encontrar maneiras de se aproximar do jovem e ajudar.

 

A medida que os dias vão passando, vamos ficando ansiosos para descobrir se ela conseguirá mudar o que aconteceu e também vamos entendendo como a vida dele é complicada em certos aspectos e como isso pode desgastar uma pessoa ao ponto dela se achar sem opções.

 

A jovem vai percebendo o quanto eles são diferentes e ele vai notando que a vida dela não é “perfeita” como ele imaginava.

 

Tanta coisa acontece dentro de casa, não é mesmo?

E as pessoas nem fazem ideia…

 

A amizade deles está sendo construída de uma forma diferente e, ainda assim, especial; porque tentar ajudar, tentar entender, continuar achando uma forma de se aproximar, exige afeto e carinho.

 

Algumas pessoas são tão egoístas, que se tornam cruéis. Outras, com o seu amor, conseguem derreter o gelo de corações traumatizados.

 

A leitura é envolvente, fala de algo sério e nos coloca para pensar sobre a importância de se abrir com alguém que é próximo; mostra como isso é fundamental para tentar lidar com tantas dificuldades.

 

E ainda que muitas vezes não possamos fazer muito por outra pessoa, nós podemos ouvir, dar afeto, acolher e mostrar o quanto o amor pode ser forte.

 

Espero que o Archer se abra com a Hadley e que ela consiga ajudá-lo. Porque, mesmo sem perceber, ele já está transformando a vida dela.

 

Compre o livro na Amazon: https://amzn.to/2W0ahD9

@fala.werneck_SomosTodosMalasMelhoresTrechos

 

Melhores Trechos

 

“‘Imaginação realmente eles têm bastante, falta é educação.’ — filosofa Rafael.”

 

“Bebês e bichos e as suas mães corujas. Dá até um bom título pra uma história.”

 

“— Parece até maluquice! Mas não é! É um pouco de solidão, o próprio amor aos bichos e até uma certa decepção com as pessoas. O bicho passa a ser mais gente do que a própria gente.”

 

“— Toda família tem um mala, Norberto. Todo mundo tem alguém pra carregar na vida.”

 

“Ao final da festa, a maior emoção é daquela que guarda, nas lembranças e nos álbuns, os sorrisos mais encantadores dos meninos do passado.”

 

“Vocês ainda vão perceber, as malas e os malas dominam o mundo.”

 

Compre o e-book na Amazon: https://amzn.to/3rhcSUB

 

@fala.werneck_achavetrechos

 

Melhores Trechos

 

Tenha coragem e lembre-se: você tem a resposta que busca. Deixe que a dor seja sua aliada.

 

“Reduzir um ser humano a um rótulo era errado de tantas maneiras que sempre estranhei que um raio não fulminasse as pessoas assim que abriam a boca.”

 

“Todavia, deixei a vida que conheci para trás e saber disso não confortava meu coração.”

 

“— As pessoas temem aquilo que não entendem e não aceitam, Malisca. Isso é problema delas e não seu. A você cabe viver sua vida.”

 

“As pessoas se aproveitam de você e o ferem. Não quero dizer para evitar o mundo, Malisca. Apenas, para ter cuidado com ele.”

 

“Todos temos medo, afinal. A chave é não permitir que esse medo detenha sua determinação.”

 

“— A coragem reside em cada um de nós. Só precisamos do incentivo certo.”

 

“Eu lutava, não pelo medo que sentia, mas pela injustiça da qual fui alvo.”

 

@fala.werneck_imperdoaveis

 

Editora: Alarde.

Páginas: 328.

 

Sempre é tempo de aprender

 

Uma história adorável com anjos, pecados capitais, uma amizade inabalável e um amor puro.

 

Daniel é um anjo da alta hierarquia que menospreza uma responsabilidade e acaba sendo rebaixado.

 

Por causa dessa negligência, ele cometeu um dos pecados capitais (que são imperdoáveis para os anjos).

 

Ele fica revoltado e indignado, porque a sua atual tarefa é ser o anjo guardião de uma criança humana, que possui uma missão importante na Terra.

 

E trata esse trabalho com certo descaso, por acreditar que o único bem-estar que importa é o físico.

 

Mas com o tempo, e a ajuda de outros anjos, ele começa a perceber a importância da parte emocional e passa a tentar se aproximar da Clarissa, essa criança que ele não compreende, mas ensinará muito para a sua existência angelical.

 

Daniel assume a forma de uma criança e assim se torna amigo da menina, um amigo que só ela vê.

 

A amizade dos dois vai sendo construída e ensina muito a ambos. Clarissa mostra a importância da sensibilidade e da paciência, e ele ajuda a fortalecer a autoconfiança dela e o empenho com as coisas que a inspiram, como a música.

 

Uma história que mostra o quanto uma amizade pode transformar a vida de alguém e ajudar a superar a dor do luto.

 

Muitas pessoas passam por situações trágicas sendo muito novas, e acabam se retraindo e não conseguindo lidar com o mundo, que é capaz de sobrecarregar qualquer um.

 

Só que o amor, puro, inocente, forte, é capaz de transformar tudo.

 

O amor nos ajuda a confiar, tentar, acreditar que a vida pode ser mais bela e que ainda existem muitas pessoas que merecem receber afeto e atenção.

 

Um livro que acalenta o coração e nos deixa curiosos para a sua continuação. Afinal, Daniel já cometeu dois dos pecados capitais, será que sucumbirá aos outros?

 

@fala.werneck_resenhaalbertocaeiro

 

Editora: Global.

Páginas: 279.

 

A vida não precisa de muito para ser bonita…

 

A escrita de Fernando Pessoa é singular e cada um dos heterônimos enfatiza uma linha de pensamento e crítica.

 

Alberto Caeiro é referenciado, muitas vezes, como um reconstrutor do paganismo. Um poeta despretensioso, com uma escrita simples e livre, que demonstra um materialismo espontâneo e também o ateísmo.

 

No entanto, mais do que essas características teóricas, os poemas despertam no leitor um sentimento de espontaneidade e singeleza.

 

Caeiro menciona, por vezes, como as pessoas complicam tudo ao buscar significados ocultos e expressões inexistentes.

Além de não se atentarem ao fato de que tudo tem o seu próprio tempo, não adianta querer forçar isso…

 

A natureza representa uma grande professora, que mostra o tempo de cada processo, a simplicidade dos elementos que a compõem e o valor de cada um; como também os ciclos que se perpetuam e conectam.

 

O ser humano carrega preconceitos, dogmas e também arrogância; mas o poeta nos lembra o quanto somos pequenos diante do universo e de tudo que permanece e se eterniza, mesmo depois que partimos.

 

E até as criações agregam mais valor para si próprias do que para o seu autor.

Como ele diz no trecho:

 

“Se o que escrevo tem valor, não sou eu que o tenho:

O valor está ali, nos meus versos.”

 

O que também nos permite refletir sobre a possibilidade de ideias simples se tornarem projetos grandiosos com o potencial de transformar a vida de muitos.

 

As ideias têm poder porque elas incitam ações e, consequentemente, modificam a nossa imperfeição humana.

 

Algo que deve ser apreciado, porque faz parte do que nos define.

Ele mesmo já descreve:

 

“Se não houvesse imperfeição, havia uma cousa a menos,

E deve haver muita cousa

Para termos muito que ver e ouvir…”

 

Além disso tudo, vale mencionar que um dos poemas mais icônicos da obra é o que fala sobre o menino Jesus, que brinca, se diverte, se cansa e faz travessuras como qualquer criança humana, “tão humana que é divina”. Alguém capaz de viver como um humano comum e mostrar o quanto podemos aprender se verdadeiramente olharmos para as coisas da vida.

 

Uma leitura especial e extremamente reflexiva.

 

Compre o livro na Amazon: https://amzn.to/3kffEbD